20 fevereiro, 2010

20/02/2010 = EU SINTO


num dia em que eu acordo
0lho criatura dormindo de atravessado
na minha cama
e vejo o quanto ela se parece com ele
num dia em que o céu está cinza
a preguiça quer se instalar
e eu tenho trabalho a fazer
num dia em que o café cheira mais gostoso
dentro da xicrinha verde de ágata
e eu percebo que era assim que ele sentia
num dia em que eu penso no que eu realizei ontem
eu escuto a voz dele me dizendo:
"- tenho certeza de que voce vai fazer melhor do que eu"
pode ser que eu tenha feito não melhor, mas do meu jeito
e o resultado foi bom sim
mas num dia como hoje
falta o sorriso
o abraço
mas eu continuo dizendo:
- nós conseguimos!
porque tudo o que eu faço
tem a essencia dele.
num dia como hoje eu sinto
a falta que meu marido-Mauro me faz.

*

bom dia querentes!
o tripalio tá agarrando!

4 comentários:

Isa disse...

beijo, querida...

Periférico disse...

Firme e forte e em frente sempre. Baby steps, baby steps...

Nandinha... disse...

Tem coisas que não passam nunca, mas que com o tempo nos dizem como somos capazes não é?

Lula disse...

Ele sentiu o cheiro do seu café e riu da rafinha 'focinho meu' detravessado na cama.

Poetas amam dias cinzas.

Beijão, e vá trabalhar.